sexta-feira, 25 de abril de 2008

CRIATIVIDADE

Por Luisa Monteiro


"As pessoas que vencem neste mundo são as que procuram as circunstâncias de que precisam e, quando não as encontram, as criam."(Bernard Shaw - Filósofo)



Criatividade é:
· A capacidade de elaborar teorias científicas, inventar instrumentos e/ou aparelhos, ou produzir obras de arte;
· A capacidade de produzir coisas novas e valiosas;
· A capacidade de desestruturar a realidade e reestruturá-la de outras maneiras;
· O ato de unir duas coisas que nunca haviam estado unidas e tirar daí uma terceira coisa;
· Uma técnica de resolver problemas;
· Uma capacidade inata que é bloqueada por influências culturais e ambientais.

Quando se vive momentos de crise em qualquer setor da vida, seja ele pessoal ou profissional é necessário usar a criatividade para buscar uma saída ou a resolução de um problema.

A criatividade é a ferramenta mais adequada para encontrarmos maneiras de fazer mais com menos, de reduzir custos, de simplificar processos e sistemas, de aumentar lucratividade, de encontrar novos usos para produtos, de encontrar novos segmentos de mercado, de diferenciar o seu curriculum, de desenvolver novos produtos e muito mais.

Quanto mais criativa for a solução para um problema ou para desenvolver uma oportunidade mais competitivos seremos no mercado.

Criatividade é como ginástica:quanto mais se exercita mais forte fica. (Walt Disney)




Criatividade envolve a produção de algo novo, que é aceito como algo útil e/ou satisfatório para um número significativo de pessoas em algum ponto no tempo. (Stein)


Acontece que falar sobre o que é criatividade é a parte mais fácil, saber usar essa criatividade é o que estamos tentando aprender, aperfeiçoar e por em prática. Sempre que falamos a palavra criatividade, logo surgem alguns questionamentos, dentre eles:
Sou uma pessoa criativa?
Como posso desenvolver minha criatividade?

Alguns autores afirmam que a criatividade é um dom que nem todos a possuem, alguns psicólogos dizem que todo ser humano é criativo. Eu particularmente acredito mais na segunda hipótese, creio que a criatividade não é um dom, mas um potencial a ser explorado à sua volta e dentro de você. E, por pensar dessa forma, que resolvi buscar possíveis dicas para o desenvolvimento da criatividade e encontrei 20 passos criados através das idéias do professor Whitt N. Schultz, da Universidade de Buffalo nos Estados Unidos, famosa por seus cursos de criatividade. Confira abaixo as idéias do Professor:

Você pode desenvolver sua criatividade se buscar continuamente a informação sobre tudo que o cerca, se tiver sensibilidade para todas as coisas que acontecem à sua volta e curiosidade para descobrir o que se esconde nas aparências dos fatos, dos objetos, das pessoas.

A inspiração, o "click", é o resultado final de muita leitura, observação e análise. A inspiração é o momento em que o arquivo mental entra em ação e abre-se uma gaveta com uma grande idéia. Para que esta gaveta se abra, o arquivo tem que ser abastecido.


1. Saiba que há um tesouro em sua cabeça - uma mina de ouro entre suas orelhas. Construir um computador com as mesmas características do seu cérebro custaria mais do que 3 bilhões de bilhões de dólares.
Sabe como se escreve isso?
Assim, um três e dezoito zeros:
US$3.000.000.000.000.000.000,00

2. Todo dia escreva pelo menos uma idéia sobre estes assuntos: como eu posso fazer meu trabalho melhor; como eu poderia ajudar outras pessoas; como eu posso ajudar minha empresa; como eu posso ajudar o meu país.

3. Escreva seus objetivos específicos de vida. Agora, carregue esta relação no bolso - sempre.

4. Faça anotações. Não saia sem papel e lápis ou algo para escrever. Anote tudo, não confie na memória.

5. Armazene idéias. Coloque em cada pasta um assunto. Idéias para a casa, para aumentar a sua eficiência no trabalho, para ganhar mais dinheiro. E vá aumentando este banco de dados através de leitura, viagens, conhecimento com novas pessoas, filmes, competições esportivas etc.

6. Observe e absorva. Observe tudo cuidadosamente. Aproveite o que você observa. E principalmente, observe tudo como se fosse a última vez que você fosse ver.

7. Desenvolva uma forte curiosidade sobre pessoas, coisas, lugares. Ao falar com outra pessoa faça com que ela se sinta importante.

8. Aprenda a escutar e ouvir, tanto com os olhos quanto com os ouvidos. Perceba o que não foi dito.

9. Descubra novas fontes de idéias. Através de novas amizades, de novos livros, de assuntos diversos e até de artigos como este que você está lendo.

10. Compreenda primeiro. Depois julgue.

11. Mantenha o sinal verde de sua mente sempre ligado, sempre aberto.

12. Procure ter uma atitude positiva e otimista. Isso ajuda você a realizar seus objetivos.

13. Pense todos os dias. Escolha uma hora e um lugar para pensar alguns minutos, todos os dias.

14. Descubra o problema. Ataque seus problemas com maneiras ordenadas. Uma delas é descobrir qual é realmente o problema, senão você não vai achar a solução. Faça seu subconsciente trabalhar. Ele pode e precisa. Dia e noite. Fale com alguém sobre a idéia, não a deixe morrer.

15. Construa GRANDES idéias a partir de pequenas idéias. Associe idéias. Combine. Adapte. Modifique. Aumente. Diminua. Substitua. Reorganize-as. E finalmente, inverta as idéias que você tem.

16. Evite coisas que enfraqueçam o cérebro: barulho, fadiga, negativismo, dietas desequilibradas, excessos em geral.

17. Crie grandes metas. Grandes objetivos.

18. Aprenda a fazer perguntas que desenvolvam o seu cérebro: Quem, Quando, Onde, O quê, Por quê, Qual, Como.

19. Coloque as idéias em ação. Lembre-se de que uma idéia razoável colocada em ação é muito melhor que uma grande idéia arquivada.

20. Use o seu tempo ocioso com sabedoria. Lembre-se de que a maior parte das grandes idéias, os grandes livros, as grandes composições musicais, as grandes invenções foram criadas no tempo ocioso dos seus criadores.


Observe que as pessoas criativas possuem alguns atributos, por exemplo:
Iniciativa e envolvimento;
Abertura à novas experiências;
Otimismo e coragem para enfrentar riscos;
Persistência: capacidade de resistir às frustações.
Essas atribuições nos levam a crer que ser criativo não é tão difícil assim, mas é necessário acreditar em si mesmo, ter um tempo para concentrar suas idéias, anotá-las e principalmente torná-las vivas, implementando-a. Caso não dê certo, o que não podemos deixar acontecer é desistir delas, guarde-as para uma nova tentativa em outro momento.




O processo criativo não é tão simples quanto parece para algumas pessoas. No entanto, idéias que consideramos boas, e que não são tão boas assim, não devem ser descartadas. (Eduardo Zugaib)



Na revista HSM (Mar-Abr/2008) na pág 09, foi publicada uma matéria onde Edward de Bono enumera as dez principais maneiras de "matar" as idéias e que se repetem com mais frequência no dia-a-dia das pequenes empresas:
De acordo com o dicionário, a palavra CRIATIVIDADE vêm da palavra CRIAR que significa: Tirar do nada, dar existência; Origem, gerar; Inventar; Produzir; Formar; Fazer.
Levando-se em consideração que a palavra CRIATIVIDADE é a soma das palavras CRIAR e ATIVIDADE, pode-se dizer de uma forma bem simples que criatividade é todo o processo de criação, desde o surgimento da idéia até a concretização da mesma. Para reforçar o que estou querendo dizer, segue abaixo algumas definições coletadas na internet.
1. uma grande idéia morre quando é atacada por um número suficiente de pessoas...
2. ...quando ninguém sente entusiasmo ou se apaixona por ela...
03. ...ou quando é muito caro colocá-la em prática e há outras prioridades exigindo recursos.
04. Morre quando parece arriscada demais...
05. ...ou quando nenhum gerente decide ser seu porta-voz.
06. Morre se, à primeira vista, parece inviável...
07. ...ou existe uma luta de egos entre os que a promovem e os que a rejeitam.
08. Ou já nasceu morta quando se parece muito com aquela "velha" idéia de sempre ou com aquela que, por ser recorrente, acabou implementada sem muita fé.
09. Morre quando qualquer mudança de estratégia ou contexto reduz seu valor...
10. ...ou quando foi experimentada sem sucesso.
Podemos adaptar também ao nosso lado pessoal, com um único objetivo de evitar que toda e qualquer idéia que possamos vir a ter seja morta antes mesmo de nascer.
Resta-nos agora acreditar em nosso potencial criativo e partir para o aprendizado constante.
Seja criativo sempre!!!


3 comentários:

carla rebeca disse...

Algumas pessoas acham que criatividade é um dom, que as pessoas nascem com isso, mas na verdade se nós treinarmos nossa criatividade todos nós podemos criar.

Leila tah fazendo um otimo trabalho!

beijão

carla rebeca disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Micheline Macêdo disse...

ô coisinha que a gente precisa tanto que é essa tal de criatividade!!! A parte boa, é que quando somos criativos, estamos produzindo e isso nos faz tão bem a ponto de gerar um ciclo interminável, né? Te adoro amiga. Beijão Michel.

Conversor de Moedas:

Conversor de Moedas:
Clique no mapa.