sexta-feira, 11 de julho de 2008

EXISTE DIFERENÇA ENTRE LÍDER E CHEFE?

Por Luisa Monteiro


"As pessoas perguntam qual é a diferença entre um líder e um chefe. O líder trabalha a descoberto, o chefe trabalha encapotado. O líder lidera, o chefe guia".
(Franklin Roosevelt)

Sempre ouvimos falar de chefes e líderes, você acha que existe diferença entre eles? Eu sempre achei que chefe era coisa do passado, um ser humano ditador de regras, autoritário, de pouca visão de futuro e o líder seria um ser humano exemplar, capaz de fazer muitos o seguirem só pelo seu exemplo, pela forma de tratar as pessoas igualitariamente, com respeito as diversidades do grupo que lidera. Mas será que tenho razão? Não sei. Por isso, vamos às pesquisas.

De acordo com o dicionário Michaelis o significado de cada palavra é:

Chefe

  1. Indivíduo que tem a autoridade ou a direção;
  2. Empregado ou funcionário encarregado da direção ou supervisão.
Líder
  1. Guia;
  2. Chefe.
Já no dicionário on line (http://www.priberam.pt/dlpo/dlpo.aspx) temos um significado maior das duas palavras, observe:

Chefe
  1. o principal entre outros;
  2. o encarregado de dirigir um serviço;
  3. comandante;
  4. cabecilha;
  5. capitão;
  6. caudilho;

Líder

  1. chefe, dirigente ou guia de qualquer tipo de acção, empresa ou ideal;
  2. representante de um grupo, de uma corrente de opinião ou de uma bancada parlamentar;
  3. indivíduo ou clube que ocupa a primeira posição em qualquer tipo de competição desportiva;
  4. produto de consumo que mais vende dentro do seu tipo.
Podemos perceber em ambos os significados que um líder é um chefe porém a recíproca pode ou não ser verdadeira. De acordo com algumas pesquisas que fiz a internet, fala-se muito de chefe no sentido autoritário, imponente e quando se fala em líder a noção que se tem é de alguém que serve de exemplo aos outros, que estimula seus funcionários ou subordinados a seguirem suas diretrizes, sem autoritarismo e sim por ter eficiência naquilo que faz.

"O OBJETIVO DE UM LÍDER É EXERCER INFLUÊNCIA EM UM DETERMINADO GRUPO DE PESSOAS A FIM DE QUE ELAS FAÇAM O QUE ELE DESEJA, PORÉM ESTA INFLUÊNCIA NÃO DEVE SER COERCITIVA E POR MEIO DO PODER DE UM CARGO, OBRIGANDO AS PESSOAS A FAZEREM O QUE ELE DESEJA, E SIM, DEVE-SE USAR DA AUTORIDADE E RESPEITO COM ELAS, OFERECENDO UM MEIO DE TRABALHO PROPÍCIO PARA QUE TODAS DESENVOLVAM SUAS ATIVIDADES POR VONTADE PRÓPRIA.

TODO LÍDER DEVE SER UM SERVIDOR PARA SEUS FUNCIONÁRIOS, ESTIMULANDO-OS E DANDO A ELES SUA DEVIDA IMPORTÂNCIA, SABENDO MEDIR SEUS ATOS E DECISÕES, POIS PODERÃO INFLUENCIAR EM TODO O TRABALHO DE EQUIPE.

SABEMOS QUE O LÍDER DEVE POSSUIR AMOR POR SEUS COMANDADOS. AGORA, ESTE AMOR NÃO É APOIADO EM SENTIMENTO E SIM EM COMPORTAMENTOS, COMO CUIDAR, AJUDAR, ELOGIAR, ENTRE OUTROS".
http://pt.wikipedia.org/WIKI/LA­DER

Você pode estar me questionando quanto ao fato de ter escrito aqui tantos significados, ou aonde estou querendo chegar com esses blá, blá, blás. Acontece que, para entendermos de fato a questão de diferenciar liderança de chefia, é necessário ir a raiz da questão. Acompanhe meu raciocínio e tire você suas conclusões, Vamos lá?

Em uma matéria publicada no site da FENINGER encontrei algo muito interessante, veja só:

Há pouco tempo atrás, para administrar uma empresa ou negócio só era necessário um chefe para dar as ordens e funcionários obedientes para cumprí-las. Segundo Roberto Shinyashiki, autor do livro Liderança Para Valer, a empresa precisa de “pessoas capazes de detectar mudanças, encontrar opções para atingir metas, pensar em novos projetos, buscar gente competente para realizá-los e, acima de tudo, inspirar a equipe para manter a confiança em sua capacidade de subir ao pódio”.

Em outras palavras, as empresas dos tempos atuais buscam no mercado por líderes, o que implica em desenvolver as seguintes habilidades:

· traçar metas, estabelecer etapas e prazos para atingi-las;
· contagiar a todos com sua crença no potencial da equipe;
· intervir com autoridade em momentos de crise.

Chefe ou líder? Poder ou autoridade?

Apesar de ocuparem a mesma posição na escala hierárquica, chefe e líder têm significados bem diferentes. Enquanto o chefe se mostra centralizador e age com o poder, o líder é um profundo servidor e atua com autoridade. Em O Monge e o Executivo, de James C. Hunter, essa diferença é citada de forma bem simples e clara: poder "é a faculdade de forçar ou coagir alguém a fazer sua vontade, por causa da sua posição ou força, mesmo que a pessoa prefira não fazer" e autoridade "é a habilidade de liderar pessoas a fazerem sua vontade, o que você quer, por causa da sua influencia pessoal".

A autoridade diz respeito a quem você é como pessoa, ao seu caráter e à influência positiva que você estabelece sobre os que estão a sua volta. E para estabelecê-la, é necessário um conjunto de especiais competências, das quais duas têm destaque: saber servir e criar relacionamentos.

O bom líder é um servidor de sua equipe. Além de identificar e satisfazer as necessidades legítimas de seus liderados, removendo todas as barreiras para que possam atender ao cliente da forma mais eficaz, incentiva e proporciona condições para que eles se desenvolvam e ofereçam o melhor de si à empresa. Contudo, é importante que o líder esteja sempre focado nas reais necessidades, e não nas vontades, dos seus subordinados, além de ser flexível, capaz de distinguir os diferentes perfis que formam sua equipe.

Sabemos que tudo na vida gira em torno de relacionamentos, entretanto, nem sempre conseguimos desenvolver sentimentos por todos os que nos cercam. Porém podemos e devemos agir com amor para com os demais. E é exatamente esta atitude que completa as características que diferencia o bom líder: uma pessoa capaz de agir com paciência, bondade, humildade, respeito, generosidade, perdão, honestidade e confiança.

A paciência é ter autocontrole e capacidade de criar um ambiente seguro, no qual as pessoas possam cometer erros sem terem medo de serem advertidas de forma grosseira. O líder deve fazer com que as pessoas se responsabilizem por suas tarefas, apontando suas deficiências, porém deve fazer isso sem ferir sua dignidade.

Bondade é apreciar e incentivar. Um elogio deve ser sempre sincero e específico e deve ser dado a quem realmente merece. É de extrema importância reforçar um comportamento específico porque o que é reforçado é repetido.

Humildade é não ser orgulhoso e arrogante, mas sim real e autêntico com as pessoas.

Respeito é tratar as pessoas como se elas fossem importantes, porque na verdade, elas os são.

Perdão é desistir de todos os ressentimentos. As pessoas não são perfeitas e, de uma forma ou de outra, um dia elas falham. Sem desapegar-se dos resquícios do ressentimento, as energias acabam sendo consumidas e as pessoas se tornam ineficientes.

A honestidade implica em esclarecer as reais expectativas que se esperam das pessoas, tornando-as responsáveis por aquilo que fazem.

E por fim, a confiança, que torna as pessoas mais comprometidas com o trabalho, tornando possível o crescimento individual e do grupo.

As principais diferenças entre chefe e líder.

"Precisar de dominar os outros é precisar dos outros. O chefe é um dependente". (Fernando Pessoa)

De acordo com o pensamento de Maria de Fátima Ohl Braga , pedagoga pela PUC/SP, ediretora da área de planejamento organizacional da Ohl Braga Consultoria. Um profissional pode se transformar – ou se "descobrir" – num ser capaz de fazer coincidir os objetivos da empresa com os das pessoas que têm a função de mantê-la viva e atuante. De agregar valor ao que o chefe de antigamente fazia - não apenas chegar ao resultado esperado, mas chegar a ele com um significado para as pessoas envolvidas. O líder é aquele que consegue olhar para o seu grupo de trabalho e transmitir a ele um desafio claro, os objetivos que o compõem e a motivação necessária para atingi-los.

Atualmente, o discurso do líder está na boca de todo chefe. Mas há uma discrepância, uma dissonância, e grande, entre o discurso e a prática – talvez até ainda inconsciente. Mudou-se a forma de pensar, mas não se conseguiu introduzir um novo comportamento, um novo hábito.

Na maioria das organizações está-se ainda no primeiro estágio – o de tomar consciência de que é preciso olhar para o grupo de trabalho de uma nova forma. O gestor ainda ouve muito pouco as pessoas à sua volta. Sua capacidade perceptiva ainda é baixa. Mas como um passo só pode ser dado depois de outro, vamos olhar com otimismo e motivação o estágio em que nos encontramos. Qualquer caminho só se constrói com o próprio caminhar. E nós já estamos no caminho.

"A genialidade dos líderes não está em obter conquistas pessoais, mas em libertar o talento de outras pessoas". (João Alfredo Biscaia)

É muito comum trocarmos a palavra chefe pela palavra líder, mas será que o chefe sempre é um líder? O especialista Hilsdorf diz que essas duas coisas podem andar completamente separadas. “Liderança é um estágio a ser conquistado na interação entre as pessoas. Você pode ter chefes que são líderes e chefes que jamais serão. O chefe não necessariamente é um líder, na maioria das vezes,ele foi imposto hierarquicamente. Já o líder não precisa usar do poder hierárquico para conseguir que as coisas sejam feitas, porque ou ele foi escolhido pelo grupo, ou é reconhecido por ele como a pessoa mais indicada para liderá-lo e dizer o que deve ser feito”.

O mercado hoje está à procura de profissionais que consigam aliar essas funções, que consigam ser reconhecidas como líderes pelas pessoas. Mas há muitos chefes que não foram escolhidos pela capacidade de liderança. “Às vezes você vai encontrar as duas figuras numa só pessoa, mas muitas vezes você não vai encontrar”, afirma Hilsdorf.

Sob o olhar da psicóloga Janaina de Aguiar Cibien, existe uma necessidade de se rever o conceito de líder e dar ao termo o verdadeiro significado que decorre do poder pessoal de quem está à frente de um grupo para a execução de uma atividade ou situação. A condição de líder não se adquire simplesmente com o cargo de chefia, mas depende de uma adição espontânea dos comandados. POIS NEM TODO O CHEFE É LÍDER, E NEM TODO O LÍDER É CHEFE.

Ser líder antes de tudo é um grande desafio. É sabido que não existe um perfil ideal para um líder, cada sujeito tem suas características. As ações do líder na empresa permeiam as pessoas para resultados efetivos e duradouros, Neste sentido, é preciso ampliar a definição de que, gerenciar é obter resultados através de pessoas ou grupos, com o mínimo de esforços e o máximo de benefícios para todos: pessoas e organização.

LIDERAR deve ser uma arte com habilidades humanas, técnicas e políticas as serem desenvolvidas continuamente. Nas atuais transformações do padrão de comportamento das pessoas em um ritmo muito mais rápido que no passado, onde os trabalhadores passam a exigir voz nas decisões e nos processos decisórios, fartos de serem confundidos com peças ou ferramentas manipuláveis e mantidos fora do processo de produção. A tarefa do líder passa ser de, assegurar que as pessoas ou grupos sejam competentes para exercer as responsabilidades a eles atribuídas e que compreendam as metas e se comprometam com elas. Surge a necessidade de novas habilidades para gerenciar , como oportunizar, delegar, integrar, comunicar, incentivar, solucionar ou antecipar problemas, bom humor, espírito de equipe, criatividade, determinação, honestidade e humildade. Este é o diferencial nos tempos atuais do líder do futuro, pois esta lidando com PESSOAS, no seu cotidiano no qual tensões, conflitos, raivas, medos, angustias e demais sentimentos afloram e não somente ”recurso humano” da organização. O que parece simples, porém, é um processo trabalhoso, que exige muita disciplina, determinação, foco, comunicação e treinamento continuo da prática desses valores.

"O maior líder é aquele que reconhece sua pequenez, extrai força de sua humildade e experiência da sua fragilidade".
(Augusto Cury)


Faça você mesmo um teste e comprove: Você é líder ou chefe?
http://www.motivado.com.br/testes/testeliderouchefe.html

Sugiro a leitura de uma matéria muito interessante de Gumae Carvalho, "Quando o chefe não é líder" publicada na Revista Melhor. Vale a pena fazer a leitura, é só clicar no link: http://revistamelhor.uol.com.br/textos.asp?codigo=10409

Acredito que quando pensamos no benefício da empresa e do grupo em geral, preferimos ser liderados e não simplesmente "chefiados", pois chefiar é fácil, o desafio é ser realmente um líder.

Bom final de semana a todos e até a próxima!


Fontes:

Nenhum comentário:

COMPARTILHE SUA OPINIÃO CONOSCO:

Se você tem idéias novas, sugestão de temas, artigos, etc., que você gostaria de encontrar aqui no Blog ou no nosso Site, entre em contato conosco pelos emails:
luisaleila@gmail.com
luisaleila@uol.com.br

Agradecemos muito a sua participação e coloboração!
Dia-a-Dia, por Luisa.
Carregando...

Conversor de Moedas:

Conversor de Moedas:
Clique no mapa.

SÃO BENTO

SÃO BENTO
A Cruz Sagrada seja minha Luz, não seja o dragão, meu guia, retira-te Satanás, nunca me aconselhes coisa vãs, é mau o que tu me ofereces, bebe tu mesmo o teu veneno.

Ó minha Senhora e também minha mãe, eu me ofereço inteiramente toda a vós. E em prova da minha devoção, eu hoje vos dou meu coração. Consagro a vós meus olhos, os meus ouvidos, minha boca, tudo o que sou, desejo que a vós pertença. Incomparável mãe, guardai-me e defendei-me como coisa e propriedade vossa, amém!