domingo, 9 de março de 2008

MOTIVAÇÃO

Por Luisa Monteiro

Atualmente tanto nas empresas como em no nosso dia a dia ouvimos muito falar em MOTIVAÇÃO.
Mas qual o verdadeiro sentido para essa palavra?
Em psicologia, motivação é a força propulsora (desejo) por trás de todas as ações de um organismo. Em administração, motivação é o processo responsável pela intensidade, direção e persistência dos esforços de uma pessoa para o alcance de uma determinada meta. É o conjunto de motivos que levam o indivíduo a agir de uma determinada forma. Em outras palavras, a motivação é baseada em emoções.
Comecei a pesquisar um pouco mais e, através de consultas a internet, obtive a seguinte definição: Motivação é o processo responsável pela intensidade, direção, e persistência dos esforços de uma pessoa para o alcance de uma determinada meta.
Se dividirmos a palavra teremos: MOTIVO+AÇÃO. Sob meu ponto de vista, isto significaria: ter um motivo para tomar uma ação com o objetivo de alcançar metas determinadas consciente ou inconscientemente.

Em todas as áreas de necessidade sejam elas psicológicas, fisiológicas, etc., estaremos sempre em busca de motivação para alcançar nossos objetivos.

Deterei-me mais na área profissional, onde a palavra MOTIVAÇÃO é usada com muita freqüência.

Sempre que assisto a uma aula ou palestra sobre motivação, observo que está sempre ligada a:
Auto-estima
Humor
Atitudes
Responsabilidade
Determinação
Confiança

As empresas buscam motivar as pessoas para obterem através delas uma maior produtividade. As empresas modernas e ligadas à humanização já se preocupam em avaliar cada funcionário e conhecer o que mais o motiva, faz de acordo com as suas necessidades e das do funcionário. Uns são motivados pelo lado material (dinheiro, viagens, presentes, etc.) outros pelo lado mais emocional (reconhecimento, promoções, elogios, etc.). Pode-se pensar em duas abordagens sobre motivação: a própria, e como motivar pessoas ou terceiros.

A motivação própria é aquela que só depende de você mesmo. Uma pessoa que tem um projeto de vida, alguém que sabe aonde chegar e como fazer para atingir seus objetivos. Uma pessoa com essa determinação e grau de confiança em si mesma demonstra uma auto-estima considerável e tem uma excelente motivação para o trabalho, pois sabe o que quer da vida. E é isso normalmente o que as organizações estão procurando.

Além da motivação própria, temos a motivação vinda de terceiros e cabe ao líder essa tarefa, pois motivar o outro é uma questão de liderança. E isso se traduz em reconhecimento, elogio, incentivo, retorno de cada ação em que se avalia que o outro fez um mínimo de esforço para superar expectativas. Motivar pessoas é a capacidade de fazê-las agir por causas muito mais do que por projetos. A causa é maior, é uma missão em que todos se envolvem e pela qual todos se comprometem. É muito mais fácil a motivação pela crença, ideal e confiança do que pela meta ou imposição.
Sejamos todos então: MOTIVADOS!
Até a próxima!

3 comentários:

Divinius disse...

Gostei de ler.
Comenta o meu blog:)
A luz que te deixo é da cor da minha vida:)

Glênia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Glênia disse...

OI Luiza, so hoje vi o e-mail que voce me enviou com o link do seu blog. Amei, voce escreve muito bem! Darei uma passadinha aqui sempre que puder. Abraco

Conversor de Moedas:

Conversor de Moedas:
Clique no mapa.